1) A Casa de Cora Coralina 

O discurso poético de Cora Coralina perpassa uma história de vida que está preservada no Museu Casa de Cora Coralina.  A casa secular, que já pertencia à família da poetisa, localiza-se  às margens do Rio Vermelho, na Cidade de Goiás.  A Casa Velha da Ponte  mantém viva a memória da escritora. Seu interior foi  preservado: roupas, livros, tachos de doces e outros utensílios usados por Cora ainda estão lá. Pessoas de todo o mundo visitam o museu todos os anos, buscando Cora Coralina.
Serviço:
Rua Dom Candido, 20 – Centro
CEP: 76600000
Cidade de Goias / GO
(62) 3371-1990 

2) A Casa do Rio Vermelho 

3) O estilo de morar em Punta del Este 

http://www.flickr.com/photos/cmaisa/sets/72157626527796832/show/

4) A Casa de Niemeyer 

Em muitos lugares do Brasil e do mundo, você pode visitar as obras de  Oscar Niemeyer. Mas somente no Rio de Janeiro, você pode desfrutar da intimidade do arquiteto. Em São Conrado, está a casa que ele projetou, construiu e viveu por 10 anos: a Casa das Canoas. O imóvel, tombado em 2007, é uma obra dos anos 50 que reflete muito bem a integração entre arquitetura, entorno e natureza. Para fazer um programa diferente e ter a oportunidade de sentir Niemeyer, agende sua visita à Casa das Canoas.
Serviço:
Estrada das Canoas, 2.310- São Conrado
Rio de Janeiro, RJ – Brasil
CEP: 22610-210
Tel/Fax- 55 21 3322 3581

 5) A Sua Casa 

Muito interativa e divertida a seção MOSTRE SUA CASA do Portal Abril. O internauta envia a foto de um ambiente de sua casa e partilha a imagem com todos os que acessam o site. Quer participar?http://casa.abril.com.br/decorar/mostresuacasa/index.php 

    6) A Casa de Ernest Hemingway 

O romancista norte-americano Ernest Hemingway (1899-1961), autor de “Por Quem os Sinos Dobram”, “Adeus às Armas” e “O Velho e o Mar”, morou na ilha norte-americana de Key West (ponto ao Sul dos Estados Unidos, a apenas 90 milhas, ou 162 km, de Cuba), de 1931 a 1940. Hemingway, um dos principais autores norte-americanos de ficção, morou na ilha com Pauline, segunda de suas quatro mulheres, e dois de seus filhos, Patrick e Gregory. Ele escolheu uma casa construída em 1851, em estilo colonial espanhol, feita com pedras nativas e distante cerca de 100 metros do mar. É uma casa de dois andares, não muito grande, mas cercada de amplos e agradáveis jardins tropicais, com móveis do século 17, azulejos espanhóis e pratos finlandeses na cozinha. O período de Hemingway em Key West foi produtivo, já que a maioria de seus livros foram escritos na tranqüila ilha. Mesmo depois de se mudar do local, continuou usando-a como casa de veraneio até perto de sua morte. Quando vivia na casa, Hemingway tinha pelo menos 50 gatos. Muitos deles tinham um gene dominante que fazia com que tivessem dedos a mais nas patinhas. Atualmente a casa de Hemingway é um museu, onde vivem cerca de 60 descendentes daquele felino original e, como a ilha é pequena e os gatos cruzam entre si, muitos deles ainda têm dedos a mais.
Serviço:
Museu Hemingway
Whitehead Street, 907, Key West, Flórida
Horário: de 9h às 17h
Entrada: US$ 12 (adultos) e US$ 6 (crianças); menores de 5 anos entram de graça
Site oficial: Hemingway Home

 7) A Casa de Gilberto Freyre  

A Vivenda Santo Antonio de Apipucos, hoje, Casa-Museu Magdalena e Gilberto Freyre, está instalada no local em que o escritor escolheu para morar, por mais de 40 anos: o bucólico e tradicional bairro de Apipucos, em Recife. A construção, reconhecida como casa-grande original do século XIX e reformada em 1881, abriga o conjunto de objetos colecionados, guardados e ordenados pela família Freyre. A preservação do ambiente, exatamente como fora concebido por Gilberto, revela a emoção e a sensibilidade diante da formação de um acervo que enfaticamente testemunha a vida de Pernambuco, do país e de diferentes locais do mundo. Aí se confundem imagens sacras católicas com peças de origem africana, azulejos portugueses com peças da arte popular brasileira, porcelanas orientais com prataria inglesa e portuguesa, além de um vasto acervo bibliográfico e de uma rica pinacoteca. Toda segunda quarta-feira de cada mês a Casa-Museu Magdalena e Gilberto Freyre abre as portas para a visita noturna “Assombrações do Recife Velho”, que é narrada com “causos”e mistérios pesquisados por Gilberto Freyre no livro de mesmo nome. Histórias, como o papa-figo e o boca de ouro, entre outras, serão apresentadas ao visitante em meio a algumas surpresas e sustos.
Serviço:
O ambiente da Fundação Gilberto Freyre, composto pela Casa-Museu Magdalena e Gilberto Freyre, Sítio Ecológico e Museu Vivo, encontra-se aberto à visitação pública e conta com infra-estrutura para o recebimento de grupos de turista e de estudantes. Para as escolas, a Fundação Gilberto Freyre dispõe de um roteiro de visita especial, que contempla ações de caráter pedagógico. Para tanto, as visitações escolares devem ser agendadas previamente. Horário: segunda a sexta, das 9 às 17h (última entrada às 16h30).  Agendamento: (81) 3441.1733 ou visitas@fgf.org.br

8 ) A Casa de Portinari 

O Museu Casa de Portinari está instalado na antiga residência do pintor, em sua terra natal – Brodowski, cidade de pequeno porte localizada no interior do Estado de São Paulo. O Museu abriga obras realizadas por Portinari em Pintura Mural, nas técnicas de afresco e têmpera, desenhos, estudos, objetos de uso pessoal e profissional, móveis, utensílios e documentos do artista e sua família. Conta também com salas de exposição para que o público conheça as várias facetas do artista como: O Poeta, O Político e O Desenhista. No interior da residência, na área dos jardins encontra-se a “Capela da Nonna”- feita pelo artista para sua avó rezar. No local, Portinari pintou os santos prediletos da avó, com o especial detalhe das fisionomias dos santos serem da sua família. 
Serviço:
Museu Casa de Portinari
Praça Candido Portinari, 298
Brodowski – SP
CEP: 14340-000
FONE : (016) 3664-4284
museu@casadeportinari.com.br 

 9) A Casa de Elvis 

A casa que Elvis Presley comprou para seus pais, em 1957, se chama “Graceland” – “Terra da Graça”, e fica na cidade de Memphis, no estado do Tennessee, sul dos Estados Unidos. Elvis comprou a casa quando tinha somente 22 anos, e pagou 102.500 dólares por ela. Ele sempre quis comprar uma mansão para seus pais, e esta casa foi a escolhida. A mansão foi construída em 1939 por uma família rica de Memphis que era dona  uma fazenda de 500 acres desde 1861. O nome, “Graceland,” foi dado pelo dono original, para homenagear sua filha, que se chamava Grace. A casa foi mantida como estava, na época em que Elvis morreu, portanto a decoração reflete o gosto do final dos anos setenta. Os móveis são pesados, feitos de peles de animais. Cada cômodo tem objetos que pertenceram a ele: uniformes, pijamas, violões, capas. No terreno ao redor da casa, Elvis tinha algumas construções dedicadas à administração da sua carreira e da casa, uma quadra de raquetball, um estábulo para os cavalos, e balanços para sua filha. Cada uma destas coisas foi muito bem conservada, inclusive os cavalos, que usam tapadeiras especiais e são mantidos longe da multidão, para não se assustarem. A visita inclui ainda uma visita ao Jardim da Meditação, que foi realmente um jardim, até que a família resolveu trazer os restos mortais de Elvis para cá, e depois também os de sua mãe, de sua avó, e mais tarde, os de seu pai.
Serviço:
3734 Elvis Presley Boulevard
Memphis, TN 38116, United States
(901) 332-3322
http://www.elvis.com

10) A Casa de Dior

 

11) A Casa de Euclides da Cunha

  

Serviço:
Agende uma visita monitorada.
Rua Marechal Floriano, 105
Centro São José do Rio Pardo – SP
Telefone: (19) 3681 6424
casa.euclidiana@bol.com.br

12) A Casa de Juscelino Kubitschek 

A casa simples onde o ex-presidente do Brasil passou a infância foi transformada em museu. O espaço mostra muito de sua personalidade, além de exibir fotos da família Kubischek, cópias de documentos entre outros. Os cômodos abrigam biblioteca, objetos pessoais, fotos e os violões usados pelo político para participar das serestas.
 
Serviço:
Diamantina-MG
Tel: (38) 3531-3607

»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s